Os livros infantis feministas que mais gostamos

Princesas esperando para serem salvas? Isso é história do passado!

Os tradicionais contos de fadas têm perdido espaço para livros infantis feministas, como biografias de grandes mulheres para crianças e releituras de histórias clássicas.

Essas obras têm ganhado a preferência dos pequenos e dos pais. Afinal, ajudam não só a incentivar a leitura, mas também a estimular a empatia, mostrar a diversidade, ensinar sobre igualdade de gênero e empoderamento feminino

Ou seja, divertem e educam ao mesmo tempo!

Por isso, se você se preocupa em preparar sua criança para um mundo mais igualitário, inclusivo e democrático, não pode perder a seleção de livros infantis feministas que preparamos. 

Confira aí!

Livros infantis feministas para conhecer hoje!

Histórias de ninar para garotas rebeldes: 100 fábulas sobre mulheres extraordinárias

Esse livro infantil feminista reúne cem histórias sobre a vida de cem mulheres extraordinárias de todo o mundo, ilustradas por 60 artistas também mulheres. Aborda, por exemplo, a biografia e os feitos de nomes como Frida Kahlo, Elizabeth I e Maya Gabeira.

Os textos remetem ao estilo dos contos de fadas, então prendem a criança e facilitam o entendimento. 

Além disso, muitas das histórias começam com o clássico “Era uma vez”, o que, segundo a própria autora Elena Favilli, contribui para o objetivo de passar a impressão de um conto de fadas moderno.

A leitura deixa uma mensagem clara: vivemos em um mundo onde gênero não define quão alto você pode sonhar nem quão longe você pode ir!

Amoras

  • Autor: Emicida 
  • Idade: 4 a 11 anos
  • Páginas: 44

Na música “Amoras”, Emicida canta: “Que a doçura das frutinhas sabor acalanto/ Fez a criança sozinha alcançar a conclusão/ Papai que bom, porque eu sou pretinha também”. 

E é a partir desse rap que o músico e escritor brasileiro destaca, através de seu texto e de ilustrações de Aldo Fabrini, a importância de se reconhecer no mundo e de se orgulhar de quem se é.

A história acompanha uma menina que reconhece sua identidade durante uma conversa com o pai sob uma amoreira. Essa jornada de pai e filha traz ainda referências à representatividade, à cultura e à resistência negra.

Por isso, “Amoras” é um ótima escolha não só por trazer uma protagonista negra, mas por ajudar a falar com as crianças sobre racismo.

As Cientistas: 50 Mulheres que Mudaram o Mundo

  • Autora: Rachel Ignotofsky 
  • Idade: 12 anos
  • Páginas: 128

Outro livro infantil feminista com biografias, mas desta vez só de cientistas. Logo, mostra às meninas que elas podem e devem sonhar em virar engenheiras, matemáticas, médicas, astronautas, físicas e muito mais!

Recheada de ilustrações, a obra destaca as contribuições de mulheres notáveis para a ciência. Entre elas, famosas como a primatologista Jane Goodall e a química Marie Curie. 

Além disso, algumas nem tão famosas ganham espaço, como Katherine Johnson. Ela é uma física e matemática afro-americana que calculou a trajetória da missão Apolo 11 de 1969 à lua.

A obra ainda traz infográficos de fácil entendimento sobre equipamentos de laboratório, taxas de mulheres que trabalham atualmente em campos da ciência e um glossário científico ilustrado.

Por isso, estimula a iniciação das crianças às pesquisas e estatísticas.

O mundo no black power de Tayó

  • Autoras: Kiusam de Oliveira e Taisa Borges (ilustração)
  • Idade: 5 a 8 anos
  • Páginas: 46

Se quer falar sobre empoderamento, especialmente empoderamento da menina negra, esse é o melhor livro infantil feminista que vai encontrar!

Ele conta a história de uma menina de seis anos muito brincalhona que se orgulha da pele e dos olhos negros, dos traços marcantes e, principalmente, de seu cabelo black power, que enfeita de formas variadas e criativas.

Dessa maneira, a autora, que é pedagoga e especialista em psicologia pela Universidade de São Paulo, apresenta uma personagem cheia de autoestima. Além disso, é capaz de enfrentar as agressões dos colegas de classe, que dizem que seu cabelo é “ruim”. 

Assim, o livro consegue transformar o cabelo crespo de Tayó em uma metáfora para a riqueza cultural de um povo e para a riqueza da imaginação de uma menina.

Coisa de menina

  • Autora: Pri Ferrari
  • Idade: a partir de 3 anos
  • Páginas: 48

Cor de rosa, brincadeira de boneca, casinha, afazeres domésticos… Não é de hoje que existem “coisas de menina”, que as mulheres aprendem e reproduzem desde criança.

Mas esse livro infantil feminista chegou para mudar essa história!

A obra mostra que não existe regra e que todo mundo pode tudo: tem menino que gosta de brincar de casinha, tem menina que gosta de construir foguete. 

Por que, então, temos que nos adaptar a certos padrões de comportamento? 

Por que ainda dizem por aí que certas coisas não são apropriadas para mulheres? 

A obra é para quem acredita na liberdade como escolha e na potência das meninas para fazer de tudo e ser quem elas quiserem!

Eu e o Dragão

  • Autores: Roberto Keller Naddeo e Felippe Pinheiro (ilustração)
  • Idade: a partir de 4 anos
  • Páginas: 25

Que tal levar a criança em uma aventura fantástica em que ela não precisa ser salva por ninguém, mas se torna, literalmente, a protagonista da própria história?

Essa e todas as obras do EUnoLIVRO transformam o pequeno no personagem principal da trama. Os livros são personalizados, por exemplo, com nome, gênero e gostos da criança.

Dessa forma, “Eu e o Dragão” pode virar “Lucas e o Dragão”, “Bia e o Dragão” ou qualquer que seja o nome do pequeno!

A história mistura fantasia e realidade para entreter, incentivar a leitura e ensinar. Nela, o protagonista precisa ajudar um reino mágico em perigo e, para isso, embarca em uma jornada de aventuras e crescimento. 

A obra é ideal para crianças que se orgulham das pequenas vitórias cotidianas, mas que ainda se sentem inseguras diante dos novos desafios que a vida apresenta.

Além disso, nesse clima de fantasia e dragões, amizade, autoconfiança e tolerância são tratados de forma leve e divertida.

Quer mostrar para a sua criança, principalmente se ela for menina, que pode fazer qualquer coisa e ser quem quiser?

Então clique aqui e leve essa obra para casa!

Deixe um comentário